Universidade Federal de Santa Catarina
Anais da 6ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão

De 16 a 19 de Maio de 2007

Trabalho

Área Temática: Saúde
Título: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE E DIREITOS E DEVERES DOS USUÁRIOS DA SAÚDE.
Nome do Grupo: Práxis
Apoio financeiro:
Apoio de Editais internos da UFSC: Nenhum
Instituicoes Envolvidas: UFSC, SMS- Florianópolis
Tipo de Exposição: Painel
Nome do Autor:

Mariana Cabral Schveitzer

e-mail do Autor:

marycabral101@hotmail.com

Fone do Autor:

(48)3244-7866

Unidade/Setor:

Curso:

ENFERMAGEM

Centro:

CCS

Co-autor(es):

Gabriela Marcelino, Mônica Motta Lino, Gelson Luiz Abuquerque, Márcia Sueli Del Castanhel Edla Zwiener Gonzalez e Angélica Manfroi.

Colaborador(es):

Resumo:
Diversos programas e políticas são implementados na área de saúde, a fim de assegurar a implementação e demarcação do Sistema Único de Saúde (SUS). Dentre eles, destaca-se a atuação de Agentes Comunitários de Saúde (ACS), junto as Equipes de Saúde da Família, hoje incorporadas ao cotidiano das Unidades Locais de Saúde e, conseqüentemente, à comunidade. A educação e a disseminação da informação são as bases para a tomada de decisão e componentes importantes da promoção de saúde, que fortalecem a Atenção Básica e, conseqüentemente, o SUS. Este projeto trata de uma pesquisa exploratória-descritiva com a finalidade de avaliar o conhecimento dos Agentes Comunitários de Saúde do município de Florianópolis, a respeito dos Direitos e Deveres dos Usuários da Saúde. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis no ano de 2007 estão registrados, em média, 583 ACS distribuídos em cinco regionais: Centro, Continente, Leste, Norte e Sul. Para a coleta de dados foi elaborado um instrumento de pesquisa estruturado, baseado nos princípios da Carta dos Direitos dos Usuários da Saúde. O mesmo instrumento será aplicado em dois momentos diferentes: no primeiro será para dimensionar o conhecimento prévio e desenvoltura dos sujeitos frente ao conteúdo da Carta dos Direitos dos Usuários da Saúde. Já no segundo momento estabelecerá a Avaliação Educacional após a aplicação da Oficina de Capacitação sobre os Direitos e Deveres dos Usuários da Saúde, para mensurar quanto os sujeitos apreenderam do conteúdo. O local para a coleta de dados serão as ULS, em conformidade com os coordenadores destas, respeitando a dinâmica de trabalho e a organização de cada uma das unidades. O fato de avaliarmos o conhecimento dos Agentes Comunitários de Saúde do município de Florianópolis, a respeito dos Direitos e Deveres dos Usuários da Saúde antes e após as Oficinas de Capacitação, além de gerar novos conhecimentos, poderá contribuir na melhoria da qualificação destes trabalhadores e consequentemente estimular maior autonomia da comunidade assistida.
Palavras-chave:

ENFERMAGEM,AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE,POLÍTICA DE SAÚDE